netcat

Netcat é uma das ferramentas mais legais que existe no mundo *nix, se bem usado pode salvar sua vida quando não se tem outras ferramentas de rede disponíveis. É uma versão mais sofisticada do telnet. Com ele você pode transferir arquivos, testar portas ( como o nmap ), criar um web server etc.

Truques básicos:
Conectando na porta 80 do localhost (tente com outras URLs e servidores):

$ nc localhost 80

Servidor socket na porta 5000:

nc -l 5000

Se combinados os dois exemplos anteriores vão se comportar como um Chat 🙂
Um webserver muito útil para testar portas ou até mesmo subir uma página de manutenção em um servidor.

$ while true; do; sudo nc -l 80 < index.html; done

O Loop while permite renderizar a página para mais de uma conexão, é possível servir formatos binários também.

Mais um exemplo legal, um backdoor shell 🙂 Precisa acessar um computador remoto ? Sem problemas:

Abrindo a porta 2222 com o bash rodando:

$ ncat -v -l 2222 -e /bin/bash

Para acessar sua backdor basta:

$ ncat localhost 2222

Lembrando que pode ser usado em servidores remotos, basta trocar o localhost pelo IP ou dominio.

É possível usar o netcat como portscanner, por exemplo para escanear da porta 1 até a 100:

 

$ nc -v -z localhost 1-100

Transferência de arquivos também não é um problema para netcat:

Para disponibilizar um arquivo na porta 5000:

$ nc -l 5000 < /etc/passwd

Para copiar o arquivo:

 $ nc localhost 5000 > passwd

Clonar um HD/SSD de um servidor direto no de outro também é possível:

No servidor original:

$ dd if=/dev/vda | nc -l 5000

No servidor que vai receber a cópia:

$ nc -n localhost 5000 | dd of=/dev/vda

Sempre lembrando que os comandos valem para servidores e máquinas remotas, é só trocar o localhost dos exemplos pelo domínio.

Backup remoto também não é um limitador para o netcat:

No servidor

$ nc -l 5000 | tar -xv

No cliente:

$ tar -cv /path/ | nc localhost 5000

fonte http://aarvik.dk/netcat-basics-and-a-few-smart-examples/

Personal Traffic Shapping :)

Quem nunca se deparou com um client de bittorrent rebelde que mesmo baixando à 9Kb/s deixa seu link de 4 MB/ s inutilizavel ? Se você usa linux seus problemas acabaram ! O programa chama tricke , e funciona assim :


tricke -s -d 20 yum update

Simples né ? Nesse exemplo ele limitou o yum à 20 kb/s. E ainda tem um Daemon que monitora o programa e joga seu consumo la pra baixo, olha um exemplo de configuração :

[ssh]
Priority = 1
Time-Smoothing = 0.1
Length-Smoothing = 2
 
[ftp]
Priority = 8
Time-Smoothing = 5
Length-Smoothing = 20

Pena que não tenho internet em casa, mas esse programa é revolucionário, bem mais sussa que um CQB 😛

A dica vi nesse site .