Rolê noturno de moto

Frustrado e deprimido com a vida, resolvi pegar a moto e dar um rolê noturno, tipo dar a volta no rodoanel ou fazer um bate e volta na praia com direito a mergulho noturno.

Mas como disse o filósofo, “nunca faça nenhuma manutenção na moto se não estiver de bom humor” , não deu outra, montei o retificador com os fios passando pelo lado errado, a tampa lateral cortou os fios, que entraram em curto com o chassis e a moto apagou….

Não tive escolha, encostei a moto no primeiro ponto iluminado da avenida… na frente de um portãozinho, com um cara com uma bike e um maluco sem camisa cheio de tatuagem de cadeia.

Tirei uma chave 10 e uma lanterna da mochila e comecei a desmontar a moto enquanto conversava com o cara das tatuagens, que era um jovem com 20 e poucos anos… gente boa, me emprestou uma faca e um alicate de corte… Nosso papo era interrompido o tempo todo por viciados em crack que traziam aparelhos eletrônicos pro jovem. E depois saiam eufóricos em direção a um matagal.

Então descobri o problema e comecei o reparo, enquanto isso ele me falava da sua paixão por motos, segundo ele já teve umas 10, todas sem documento, minha moto parada na calçada chamou a atenção de viaturas da PM, o que apesar de incomodar o garoto ele me tranquilizou dizendo que só a civil dava dor de cabeça, mas que era sempre remediavel ($$$).

Fiz o primeiro teste, comecei a montar a moto, apareceu um motofretista entregador de pizza, me ofereceu ajuda, gente boa, falei que já tinha resolvido, ele insistiu para que eu aceitasse a ajuda pra empurrar a moto pra outro canto hehehhe Dispensei a ajuda.

Montei a moto e ela entrou em curto de novo, dai apareceu um carro, o jovem tatuado entrou no carro ficou um tempo dentro, e saiu com uma sacola, provavelmente a nova remessa da noite. Já que ele falou que era a mãe dele, mas dentro do carro tinha um cara ehhehe

Me liguei que os fios estavam passando pelo lugar errado e quando eu montava a moto eles eram “mordidos” pela carenagem, montei a moto e voltei pra casa.

Foram os 40 minutos mais educativos que tive nos últimos anos.