2011 com tudo !!!

Prometi a mim mesmo que não escreveria mais posts pessoais nesse blog, mas depois que eu criei o linux.liquuid.me para concentrar meus artigos técnicos esse blog só serve pra isso certo ? É o blog do liquuid, então vamos lá.

A verdade é que eu tô chegando na crise dos 30, não tenho crise com a idade ou forma física, minha genética é boa, se eu passar dos 50 é certo que viverei bastante e sem rugas e com uma boa cabeleira sem muitos cabelos brancos.

O que me preocupa mais é o que farei e o que terei nos próximos 10 anos, terei filhos ? Uma casa ? Uma Harley ? Terei + ou – amigos ? Vou me formar em alguma coisa ? Minha empresa vai virar ?

Eu sou um observador, não tenho pressa pra quase nada, gosto de observar como as coisas evoluem (ou não), e dessas minhas observações saem minhas teorias absurdas (ou não), paranóias etc… Mas eu observei que na natureza tudo que não tem utilidade, ou que se destaca demais em um curto período de tempo, retorna para o solo (eu sou tauron, sabia ?). Hoje estou num momento onde realmente não sei exatamente o que estou fazendo ou para onde estou indo… É meio clichê, mas é assim que me sinto. Meu medo é que eu, inútil como me sinto, esteja elegível para voltar para o solo.

Nessas últimas semanas obtive algumas vitórias não pra mim, mas para alguns próximos, uns mais outros menos, mas ainda assim considero todos que respeito e que me respeitam famiglia. E ajudar esse povo de certa forma me ajuda a suportar essa sensação de  inutilidade … Eu tenho muito forte em mim aquela coisa de cuidar dos meus.. mas admito que na maior parte das vezes eu pego pesado demais, mas vamos aprendendo.

Semanas antes do Natal, incorporei o empreendedor, consultor financeiro, bla bla bla, e comecei a colocar em prática um plano para salvar as finanças do meu pai. Mas antes um pouco de história:

Meu pai é lojista (a loja dele eu que fundei, quando tinha 16 anos), mas ele não sabe muito bem como essa coisa de dinheiro funciona, ele emprestava o cartão de crédito para um irmão dele comprar material de construção, meu tio pagava em dia, e então meu pai pagava o mínimo e usava a grana do meu tio como capital de giro na loja… ao fim de alguns meses ele devia um Uno Zero Km para o banco. Para pagar o “Uno”, ele tomou emprestimos com juros ainda mais caros … No fim torrei quase todas minhas economias para não deixa-lo ainda mais na merda. Mas não foi o suficiente, ele conseguiu renegociar a dívida em suaves prestações de 2 salários mínimos por mês, o que queimou o capital de giro e matou a loja dele comercialmente.

Na merda, sem mercadorias na loja, ele aceitou um trabalho como lavador de carros de luxo na Faria Lima, um trabalho legal, ele não teria que necessariamente lavar os carros, bastava ele coordenar o trampo dos moleques. Como os carros eram de luxo, Porsches, Mercedes, Ferraris (sim ! tem gente que vai trabalhar de Ferrari em SP !!!),  meu pai tinha um puta medo de contratar pessoas não tão próximas, então ele levou meu irmão, e um primo meu recém casado, grávido que adora carros.

Meu primo, gente boa, evangélico, após alguns dias decidiu que não lavaria mais carros, ele ficava de papo com os ricaços dizendo que era dono do lava rápido e armando as mutretas dele, enquanto isso meu pai e meu irmão lavavam os carros … Meu pai que era muito amigo do falecido tio, pai desse primo, sabendo que ele tava grávido, não demitiu o garoto… esse meu primo, junto com o meu tio que pegava o cartão do meu pai emprestado, se juntaram e começaram o negócio de troca de óleos (à partir de R$ 250 cada troca), sem meu pai saber ou ser convidado… Pra não estragar o clima na familia meu pai e meu irmão entregaram o negócio de mão beijada para esses dois.

Nesse momento eu entrei em pânico, minha mina tava querendo largar o trampo dela, eu ganho pouco e não me sinto seguro onde trabalho, e meu pai falido pra salvar o clima familiar com dois canalhas. Eu estava pronto pra pedir demissão pra invadir o posto e lavar carros com meu pai, expulsando os vermes do lugar, mas preferi usar meus parcos conhecimentos de matemática financeira, comércio, e alguma grana guardada. Fiz alguns planos, projeções pra salvar a economia do velho em três fases,a primeira era eliminar essa dívida do valor de um Uno ainda em janeiro de 2011. E essa meta, graças as vendas de fim de ano conseguimos atingir… A divida foi paga, meu pai pode voltar a ser um lojista com algum capital de giro… As próximas etapas do plano, são reformar a loja e eu retomar o controle fiscal da loja, que afinal eu que fundei 😉

No finalzinho de 2010, consegui empregar duas pessoas que estavam precisando muito, impressionante como minha agenda e os networks funcionam !

Fundei a Hyddro Tecnologias Livres, uma empresa de desenvolvimento de soluções e aplicativos para automação comercial e redes de computadores, a idéia é juntar vários produtinhos e soluções livres que desenvolvi ao longo dos anos e oferecer de porta em porta, dois possíveis clientes já sinalizaram intenção de investir em uma das soluções da Hyddro. Passei o fim do ano passado prototipando alguns produtos novos… e como eu sentia falta de fazer pesquisa e desenvolvimento ah !!! Não que ficar de babá de servidores web não seja divertido, mas redes de verdade e aplicativos desktop são o que eu realmente gosto de fazer. Agora é organizar as madrugadas pra dar conta da demanda… Essa renda extra vai viabilizar a reforma da loja do meu pai e a infra de um outro empreendimento que estou metendo a mão.

Minha namorada (esposa, metade, sei lá), cansada de trabalhar como uma mula, sem ter reconhecimento estava prestes a pedir demissão da empresa, um grande multinacional da área médica. Chegou chorando, puta da vida, desiludida … Mostrei pra ela que nessa empresa ela tem reais possibilidade de crescer e ter uma carreira, bem diferente de onde eu sou funcionário, uma pequena empresa familiar. Sentei com ela, elaboramos um plano, dissecamos a pisiquê do chefe dela, mostrei pra ela o motivo da falta de reconhecimento, deduzimos o que o chefe dela esperava ouvir, elaboramos o discurso e não deu outra, alguns dias de prática e além dela ganhar o tal reconhecimento, que ficou conhecido como “o dia do fico” pelos colegas dela, ela foi promovida, agora coordena uma pequena equipe de supply chain (logística), dobrou seu salário e agora ela ganha 60% mais que eu. Quando a Hyddro estiver operando espero retomar a ponta :P:P:P

Dei uma circulada pela minha agenda, fiquei feliz em retomar alguns contatos antigos que julgava perdidos e talz … 2010 foi um ano de apagão, produzi muito pouco, não tive tempo para me manter ligado a todos que gosto, pra se ter uma idéia, vi meus melhores amigos mais vezes em 2011, do que 2010,e hoje é dia 6 de janeiro !!!

Com a meta de fazer 1000Km de bike, 6000Km de moto e 20000Km de avião, comprei outra bike, uma mountain bike, maior e mais robusta do que a speed, justamente para fazer cicloviagens longas… Mas esses 1000Km vão ser batidos rapidinho, só nessa semana já fiz 100 Km. Minha moto logo vai sair, o processo da minha carta está andando novamente, minha meta é participar de alguns eventos de SL fora do estado com ela. Já os 20000Km de avião, ainda não sei, o Ivens me convidou pra fazer um Tour na Europa com ele em Agosto, mas em tese eu deveria estar me mudando nessa época.

Aparentemente vamos desistir do AP que compramos em Guaianazes, perdemos o financimento da minha casa minha vida (por causa das promoções da lili) e o valor dos juros do financiamento não valem o sacrificio de morar tão longe…

Pra dar um gostinho do que vem em 2011 minha sogra não me reconhece mais, e não reconhece nem mesmo suas filhas, o Alzheimer avançou muito nos últimos meses, ela não pode mais ficar sozinha em casa…

Esses são alguns dos meu dramas, 2010 foi um ano muito ruim, em todos os campos, familiar, profissional, saúde e financeiro … 2011 promete ser mais dinâmico, com menos crises, mais trabalho de formiguinha, mais saúde já que estou pedalando mais e comendo melhor, dívidas pagas, sem grana no bolso mas com moedinhas no horizonte ! Yey, Runbora !