Estratégia para perpetuar seus dados

Post inspirado em um email que enviei a um companheiro de pedal que perdeu todos seus arquivos :

Hoje em dia HD tá barato, então vale sempre a pena comprar 2Hds , e fazer mirror com raid . Qualquer sistema operacional, por mais vagabundo que seja ( windows por exemplo ), tem uma ferramenta pra duplicar os dados pelos 2 hds por software, sem a necessidade de hardware especial.
Eu , por experiência própria , e também por observação meticulosa daqueles que me cercam ,  não vejo com bons olhos o uso de Hds externos , principalmente os de notebook, para backup . HD externo, bateu travou, simples assim.
Backup na nuvem (dropbox) é uma boa se não forem muitos arquivos , banda larga no brasil é de mentira.
Pra quem pode gastar e tem muuuuuitos arquivos que não podem ser perdidos :  Recomendo o Drobo http://www.drobo.com/ , Time Capsule pra quem usa Mac , ou uma solução SantaEfigênica, computador com 2 Hds em mirror com FreeNAS ( http://freenas.org/doku.php ) .
Não existe solução definitiva pra armazenar dados com segurança, o fato é que HDs duram cada vez menos,  e estamos armazenando nossas vidas digitais nesses bloquinhos … Como sysadmin que já viu Terabytes e terabytes escorrerem entre os dedos dos  meus clientes recomendo :

Para fotos :

1 cópia em DVD, em algum lugar que não seja sua casa
2 cópias em HD, no seu PC e em algum outro, ou uma solução de storage como citei
1 cópia na nuvem ( flickr , picasa etc… )
Se puder, imprima as fotos mais marcantes
Para Músicas e Filmes :

Backup P2P , faça como eu, espalhe suas músicas/filmes entre seus amigos, se um dia vc precisar da pra recuperar boa parte da sua coleção com eles. Sério, funciona.
Ou ainda, tenha um iPod/Mp3 que caiba todas suas músicas… meu ipod me salvou de perder todas minhas músicas.
Para documentos

Documentos tomam pouco espaço, 2 Dvds no máximo fazem o backup de toda uma vida
Cópia na nuvem ( dropbox, google docs etc… )
No mais boa sorte a todos, nossos ancestrais, pintando cavernas, talhando pedras , pintando quadros foram muito mais competentes que a gente em perpetuar suas histórias