Desisto do awesome wm

O awesome wm foi a melhor coisa que já aconteceu no mundo dos windowmanages X11 . Estudos comprovam que gastamos 30% do tempo de uso no computador gerenciando as janelas, o awesome faz isso com maestria. Conheça mais lendo esse artigo aqui.

Mas infelizmente ele sofre da síndrome do pacote novo, como assim ? Ele é atualizado vorazmente, tem release praticamente todas as semanas, e sua evolução é violenta ! Só pra se ter idéia, desde quando eu comecei a usar awesome no começo desse ano o formato e sintaxe dos arquivos de configuração mudaram a ponto de se tornarem incompativeis… Ou seja, reescrever tudo do zero a cada 4 meses. E isso da trabalho, levam meses até se ter um ambiente agradavel cheio de automações.

O awesome wm é feito para quem usa distribuições unstable, é o caso do Fedora Rawhide, Debian sid, Suse Factory, Mandriva Cooker e archlinux, já que sempre exigem a última versão de todas suas bibliotecas, mesmo as mais instaveis. Um bom exemplo é o uso da biblioteca XCB no lugar da velha libX11, nada de errado com isso mas a XCB muda profundamente a cada versão e quebra a retrocompatibilidade, diferente da libX11 que é estavel a mais de 25 anos.

Isso é frustrante pois é impossível usar o ambiente em uma máquina de produção pois dificilmente vai existir um ambiente sério usando versões de testes de distros linux. Por isso , eu desisto, tenho mais o que fazer do que sair colhendo cacos de distros que tem por sua natureza serem defeituosas por padrão. Se o awesome tem esse espirito ,ele não é pra mim.

Sim, agora eu uso xmonad 🙂