Swap e journaling fs em SSD, pode ou não ?

Lendo um guia sobre a instalação do archlinux no eeepc ( eu não vou comprar notebooks de criança, qualquer coisa com monitor menor que 15,3 ” é calculadora) , vi a recomendação de NUNCA, JAMAIS instalar um sistema de arquivos jornalisado ou a swap em um SSD . E procurando pela net, achei dezenas de artigos, com os mesmos erros ortograficos citando as regras de ouro para a durabilidade de um SSD:

   1.  Never choose to use a journaling file system on the SSD partitions
   2. Never use a swap partition on the SSD
   3. Edit your new installation fstab to mount the SSD partitions "noatime"
   4. Never log messages or error log to the SSD 

Tudo isso por que os SSD baseados em memória Flash tem um número limitado de ciclos de escrita, variando de 1000 até 10000 em Flashs do tipo MLC (usado naqueles mp3 vagabundos que só duram 3 meses), mais de 100000 para os com tecnologia SLC, e acima de 1 milhão para os SSDs mais decentes que geralmente equipam notebooks e servidores.

Levando em conta que a velocidade máxima de gravação desses dispositivos giram em torno de 80 Mbit/s, a vida útil de um SSD SLC de 8 Gb vai ser de 2 anos ! Isso se usado de forma intensiva, 24/7, somente em operações de gravação !!! Se optar por um modelo de 16 GB e usar de forma agressiva reescrevendo a unidade o tempo todo, vai levar 5 anos até o SSD morrer definitivamente ! Wow, poucos HDs de disco duram isso. E olha que estamos falando de 100000 gravações, que provavelmente equipam Eeepcs e outros netbooks do mercado. No caso dos SSDs mais caros, seguindo a mesma lógica, mas para 1,5 milhões de ciclos o SSD pifaria em 76 anos.

Agora vamos ao mundo real, nenhum computador usa a SWAP de forma tão intensiva, e o journaling dos sistemas de arquivo só gravam dados no sistema quando existem operações de escrita a serem feitas. A carga de escrita em um HD ouvindo música e navegando na net, como estou fazendo agora é de 270Kb/s (aferido com dstat , que vc acha aqui ), ou seja nesse ritmo eu levaria 188 anos pra detonar um SSD SLC … ta ta, vc é heavy user, tem 1 Mb de escrita por segundo ? Então tu vai levar 50 anos … Pô ! Parem de chorar ! Usem seus SSDs sem medo !

Talvez eu tenha errado alguma conta, mas pelo que li em fóruns sérios quem fez a conta chegou a resultados parecidos.

2 thoughts on “Swap e journaling fs em SSD, pode ou não ?

  1. Rafael A. de Almeida

    E em um servidor proxy com 200 usuários (sendo 50 sempre ativos a 128kbps cada, mas com 25 constante e com cache full), será quem um SSD de 1,5 milhões de ciclos dura quanto tempo?

    Estou montando um servidor “caseiro” com o Debian.

  2. liquuid Post author

    Depende do tamanho do seu SSD e da velocidade do mesmo. Mas como eu disse, vai sem medo. Se ele pifar em 3 anos já vai ter tecnologia muito melhor e mais barata.

Comments are closed.