Configurando WPA2 no archlinux PSK

Configurar uma máquina linux via WPA2 é simples se vc usa gnome ou KDE, mas para todo o resto do mundo deve usar wpa-supplicant. Um daemon que cria um “tunel” criptogafado entre sua placa e o servidor. A configuração é simples, basta adicionar as seguintes linhas em /etc/wpa_supplicant.conf :


ctrl_interface=/var/run/wpa_supplicant
eapol_version=1
ap_scan=1
fast_reauth=1

network={
ssid="liquuid"
psk="senh@!"
priority=5
}

network={
key_mgmt=NONE
}

Troque ssid e psk pelas infos da sua rede , e rode o daemon com o comando :


wpa_supplicant -B -Dwext -iwlan0 -c/etc/wpa_supplicant.conf

Ao reiniciar seu computador o comando deverá executado novamente, já que o archlinux não vem com um script de boot (assim como no caso do NIS). Para amenizar o problema, escrevi meu próprio, que segue abaixo :


#!/bin/bash

# source application-specific settings

. /etc/rc.conf
. /etc/rc.d/functions

case "$1" in
start)
stat_busy "Starting WPA SUUUUUUPLAICANT AHHAHAH !!!"
/usr/sbin/wpa_supplicant -B -Dwext -iwlan0 -c/etc/wpa_supplicant.conf

;;
stop)
stat_busy "Stopping WPA Daemon"
killall -9 wpa_supplicant
;;
restart)
$0 stop
sleep 1
$0 start
;;
*)
echo "usage: $0 {start|stop|restart}"
esac
exit 0

E gravei em /etc/rc.d/wpa, depois só adicionei o script no arquivo rc.conf e agora minha máquina fuciona perfeitamente com essa rede.